Resenha: Um mundo sem príncipes

28 setembro 2015 Nenhum comentário

http://1.bp.blogspot.com/-YD1sMMaqnao/VcU_pR6ns8I/AAAAAAAADI0/gdxRUPa3L64/s1600/A1NN6NlbIgL._SL1500_.jpg


Titulo: Um mundo sem príncipes
Série: Escola do Bem e do Mal #2
Autor: Soman Chainani
Editora:Gutenberg

Páginas: 320
Classificação:

ADICIONE NO SKOOB   COMPRE


 Um Mundo Sem Príncipes - Nesta esperada continuação de A Escola do Bem e do Mal, as melhores amigas Sophie e Agatha estão de volta ao seu lar, em Gavaldon, para viver seu desejado final feliz, certas de que seus problemas terminaram. Mas a vida não é mais o conto de fadas que elas esperavam. Quando Agatha escolhe um fim diferente para sua história, ela acidentalmente reabre os portões da Escola do Bem e do Mal, e as meninas são levadas de volta para um mundo totalmente modificado. Agora, bruxas e princesas moram juntas na Escola para Meninas, na qual são inspiradas a viver uma vida sem príncipes. Tedros e os meninos estão acampados nas antigas Torres do Mal, onde os príncipes se aliaram aos vilões, e uma verdadeira guerra está se armando entre as duas escolas. O único jeito de Agatha e Sophie se salvarem é procurando restaurar a paz. Será que as amigas farão as coisas voltarem ao que eram antes? Sophie conseguirá ficar bem com Tedros nessa caçada? E o coração de Agatha, pertencerá a quem? O felizes para sempre nunca pareceu tão distante.

Top 5: Músicas

18 setembro 2015 2 comentários
Olá! Hoje venho com o Top 5, com o tema música, escolhi as cinco que não saem da minha cabeça no momento! Venham ouvir e enjoy :)


1. Zedd - Beautiful Now ft. Jon Bellion


 2.Adam Lambert - Ghost Town



3. Kygo - Firestone ft. Conrad Sewell



Resenha: Íntimas Palavras

01 setembro 2015 7 comentários

http://www.novostalentosdaliteratura.com.br/wp-content/uploads/Intimas-palavras.jpg


Titulo:Íntimas Palavras
Autor: Carlos Almir Ferreira
Editora:Novos talentos

Páginas: 128
Classificação:

ADICIONE NO SKOOB   COMPRE


 Íntimas Palavras é uma antologia poética que tem a imensa pretensão de expressar o amor, em suas mais diversas facetas e formas de linguagens. Muitos deles em primeira pessoa, como as recitações de um eterno amante. Pois assim é também o poeta, não é? Um apaixonado que vai preenchendo vazios onde há ausência de sensibilidade e de afeto, e segue transformando o sofrimento “na linguagem universal do amor”.
 
Desenvolvido por Michelly Melo| Modificação e ilustração por Bruna Lombardi| Cantinho da Bruna 3.0 - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ©