Resenha: Para Sempre Minha

28 julho 2016
Titulo: Para Sempre Minha
Série:Rosemary Beach #9
 Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro

Páginas: 256

Classificação:
Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la.
Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

Todo mundo já teve um momento decisivo na vida. Eu já tive esse momento, e ele tem me perseguido desde então. A vida é assim mesmo. Ou você encontra a estrada certa para a felicidade, ou lamenta cada passo. No meu caso, não sei qual estrada teria sido a melhor,porque entre as alternativas, nenhuma incluía ela.

Hoje adivinhem o que, ou melhor, quem eu trouxe mais uma vez? Se você disse Abbi Glines merece até um chocolate. Haha Vocês estão cansados de saber que eu e essa
escritora temos uma história de amor. Nosso casamento de anos cada ano vai ficando mais e mais forte. Abbi tem vários clichês, todavia eu assumo que amo um clichê, então estamos de bem com isso. Essa história foi tão envolvente que Jesus. Eu estava assim louca da vida por um livro que contasse a história de Beth que para quem não sabe é a melhor amiga da Blaire e já esteve presente em todos os outros livros da série Rosemary Beach. O que foi um pouco de surpresa para minha pessoa foi quem estava destinado a ser o final feliz dela. Ninguém menos que Tripp. 

Tripp e Beth tiveram uma história há oito anos. Foram simplesmente aqueles pequenos momentos e “relacionamento” que marcou e cravou na alma. #Preciso O amor foi intenso e puro. Todavia Tripp tinha planos diferentes aos que sua família queria para ele, então fugiu de Rosemary Beach deixando uma Beth de coração partido. Ele até prometeu voltar para busca-la quando ela completasse 18, mas preciso nem dizer pra vocês o que aconteceu, né? Então. 

Ela atravessou momentos bem complicados e ele não estava ali para segurar sua mão. Beth então passou de garota doce e ingênua para alguém mais desinibido. Vamos deixar assim, porque quem leu os outros livros conhece uma Beth bem diferente do que ela era há oito anos. 

Até que aparece outro cavalheiro de armadura brilhante e toda aquela coisa... Só tem um “pequeno” problema. Trata-se de Jace ninguém menos que primo de Tripp. É passaram várias coisas pela minha cabeça que não posso citar na resenha, porque seria impróprio. haha 

Amor vai... amor vem...Mas quando tudo começa a se ajeitar na vida de Beth eis que surge, ou melhor, ressurge Tripp. Sentimentos até então enterrados renascem como fênix das cinzas. Pausa para o Break daquela cena de Harry Potter na qual Fawkes pega fogo na frente dele. Own!! Quem não ama Harry Potter?! Okay voltando... Uma grande confusão se instalada na cabecinha/coração já de vento da criatura. Por infelicidade do destino Jace acaba morrendo quando tentava salvar a vida dela. Imagina como não deve ter ficado a cabeça dela. Pirou é a palavra certa. Beth então se fecha para vida. Ela simplesmente acha que não merece estar viva depois que Jace perdeu a dele salvando a sua. Tão triste gente a cena. #Choremos
Ela merecia o melhor. De repente ele não estava mais aqui e nossos mundos estavam virados de cabeça para baixo. Porque eu já não conseguia ficar longe, e não havia ninguém para protegê-la, e ela não deixava que eu me aproximasse. Não me deixava corrigir o passado. Eu tinha destruído qualquer esperança quando fui embora e a deixei sem opção além de ficar com Jace.

Depois da morte de Jace passa-se algum tempo e Tripp volta então disposto a cuidar dela e tê-la de volta, só têm um “pequeno/enorme” problema aí Beth o culpa pela morte de Jace e por mais que ele tente consertar os erros do passado ela fica irredutível. 
– Você sempre me lembra do que eu perdi. Do que perdi duas vezes. Eu só perco com você, Tripp. Você deixa destruição por onde passa. Não consigo aguentar perder mais nada.

Por mais que não seja minha história favorita de Rosemary Beach eu simplesmente amei e já claro esperando o próximo. Abbi meu amor vamos logo com isso aí. Haha Oh... Já estava esquecendo de que temos alguns segredinhos nessa história tórrida de amor. 

Enfim meu povo o livro é tão fofo. A leitura flui naturalmente e é uma delícia. Eu tive alguns suspiros e um caso de paixonite aguda/ressaca pós-leitura, então já sabem que é bom por demais. E novamente deixo aqui o meu desejo latente por mais um boy magia. Tripp meu filho venha que eu quero lhe amar. haha
Comente pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário

• Por favor, faça um comentário que se relacione com o tema da postagem;
• Estou aberta a críticas, sugestões e elogios. Porém, bom senso é sempre válido;
Obrigada pela visita,volte sempre :)

 
Desenvolvido por Michelly Melo| Modificação e ilustração por Bruna Lombardi| Cantinho da Bruna 3.0 - 2015 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ©